Em italiano quer dizer “creme cozido”.

É uma sobremesa tão delicada, macia, doce. Na Itália come-se panna cotta branca e imaculada, macia como nenhum pudim de leite, com perfume de baunilha real, em fava, e com a calda mais espessa, mais rubi, mais doce e ao mesmo tempo azedinha, feita com frutti di bosco, as “frutos do bosque”: uma miríade de groselhas, framboesas, amoras, mirtilos, todos fresquíssimos e explodindo de maduros, repletos de aroma e sabor.

Pannacotta

Por 25 de junho de 2012


Ingredientes

Instruções

Preparo:

1.    Aqueça o leite, o creme de leite e o açúcar até que este tenha dissolvido. Não deixe ferver, ou o calor matará a capacidade de gelatinização da gelatina.Coloque as sementes e a fava da baunilha

2.    Enquanto isso, coloque a gelatina em água (25g ou 35g, de acordo com a quantidade da gelatina). Deixe que ela absorva toda a água.

3.    Desligue o fogo, jogue a gelatina dentro do creme e mexa até dissolver. Junte a baunilha.Coe,se usar fava não precisa da essencia

4.    Distribua entre as forminhas,untadas com oleo e agua deixe esfriar e leve à geladeira até firmar. Na hora de servir, passe uma faquinha pelas laterais e desenforme, cobrindo com calda de caramelo, chocolate ou frutas vermelhas.

10 forminhas pequenas

 

CALDA  VERMELHA

  • 400 grs. frutas vermelhas variadas congeladas
  • 200 grs de açucar
  • 1 1/2 xicara de agua

 

 

Numa panela,leve ao fogo o açucar com a agua e deixe ferver ate obter uma calda grossa

Vire as frutas ,deixe levantar fervura e deslique o fogo

Deixe esfriar e leve para gelar

Dica: A gelatina em pó em quantidade menor produz uma panna cotta mais macia, e a maior, uma mais firme; escolha a que quiser.
Imprimir
icone-imprimirimprimir receita

Adicionar aos favoritos